ATENÇÃO PRODUTOR RURAL DE SANTO ANASTÁCIO: INVERSÃO DE VACINAÇÃO NA CAMPANHA CONTRA FEBRE AFTOSA

Para equacionar a demanda de vacinas contra febre aftosa com o cronograma previsto de produção da indústria, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, após discussão com os serviços veterinários estaduais do Bloco IV do Plano Estratégico do Programa Nacional de Vigilância da Febre Aftosa (PE-PNEFA), definiu por inverter a estratégia de vacinação, em 2022, para dez unidades da Federação. Desta forma, a 1ª etapa a ser realizada em maio será destinada aos bovinos e bubalinos até 24 meses, enquanto a 2ª etapa, em novembro, para todo o rebanho.

O estado de São Paulo é um dos estados a aderir a inversão na estratégia de vacinação.

Segundo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, o objetivo é garantir a oferta oportuna de vacinas nas etapas de 2022 para manter os índices vacinais satisfatórios e manter a imunidade do rebanho brasileiro, evitando prejuízos à certificação de país livre com vacinação do Brasil.