MUNICÍPIO EXPLICA QUE ESTADO É O RESPONSÁVEL PELO FIM DO CONVÊNIO DA MERENDA

A prefeitura de Santo Anastácio atribuiu ao governo estadual a responsabilidade pelo fim do convênio para o fornecimento da merenda nas escolas estaduais do município deste ano.

Segundo a Secretária da Educação Municipal, Leila Corsaletti, o Estado não deu alternativas diante do déficit que a Prefeitura teria de absorver em 2022 em virtude da inclusão de uma unidade escolar no Programa de Ensino Integral, com isso também aumentou gradativamente o número de funcionários e consequentemente o número de alimentação que teria que ser preparado pela Cozinha Piloto do Município, que não tem estrutura para atender a demanda.

O término do convênio e os efeitos estão sendo verificados no dia a dia de algumas escolas, porém a secretária explica que os repasses do governo do Estado em 2021 já não cobriam os custos da merenda concedida pelo município, motivo este que o Estado assumiu a refeição dos alunos da rede.

“Até tentamos um acordo de uma maior repasse para subsidiarmos a merenda para as escolas estaduais e enviamos ofícios para vários deputados requisitando verba para a reestruturação da Cozinha Piloto. No entanto, em relação ao repasse, o Estado manteve-se irredutível, levando à não renovação do convênio”, explica Leila.