SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE ATRAVÉS DE DENÚNCIA, DESMANCHA AÇUDES ILEGAIS CONSTRUÍDOS EM ÁREA DE PRESERVAÇÃO PERMANETE

Mesmo com a recorrente chuva desta terça-feira (19), o setor do Meio Ambiente precisou acionar os serviços de maquinário e funcionário da Secretária de Vias Urbanas e Rurais para o desmanche de dois açudes construídos ilegalmente em Área de Preservação Permanente (APP), pertencente ao município.
O local que fica aos fundos da Escola Alberico, no bairro do Nosso Teto, foi apropriado indevidamente por um morador que reside ao lado, através de denúncia, o Diretor do Meio Ambiente, Euclides Soares de Freitas, esteve no local para explicar a situação ao morador, que entendeu os motivos da desapropriação em área preservada.
Euclides deixou claro ao munícipe, que se caso a Polícia Militar Ambiental fosse acionada e comparecesse ao local, multaria a Prefeitura pelo não cumprimento da lei, que exige a preservação da área local.
Diante a situação, mesmo embaixo de chuva, o serviço de desmanche dos açudes e nivelamento do solo foi realizado.
Segundo o Diretor do Meio Ambiente, o morador ainda tem plantado em solo de preservação, mandiocas em fase de colheita, neste caso, o departamento irá aguardar toda a colheita do tubérculo para o processo de recuperação da área.
Fonte Assessoria de Imprensa